Dica da Semana

Uma das coisas que a gente tem sempre que fazer é depilação. É processo higiênico e também estético, afinal ninguém quer ficar com pêlos no corpo, né? Mas aí quando você vai se depilar surge aquela dúvida: "qual tipo de depilação eu uso?". Foi pensando nisso que eu reuni os principais processos depilatórios com suas características, prós e contras.


Depilação com Lâmina
É o método mais usado, mais rápido e mais barato que tem. Não causa dor e, por isso, é um dos mais escolhidos pelas mulheres. O problema é que, quando você tem a pele sensível, ela pode cortar facilmente ou ficar irritada. A maior desvantagem é que os pêlos crescem muito rápido depois da depilação com lâmina (cerca de 2 a 3 dias depos) e você deve ficar atenta a isso.
Dica: use creme de barbear ou cremes próprios para depilação, assim corre menos risco de irritar a sua pele. Antes de se depilar, deixe água quente escorrer no local por aproximadamente 2 minutos, assim os poros se dilatam.


Depilação com cera fria
É simples e as pessoas compram para fazer em casa. Apesar da facilidade, resseca a pele e é um dos métodos mais agressivos. Pode acarretar foliculite. Para utilizar o método, os pêlos precisam estar longos.
Dica: Usar creme hidratante no local depilado para que a pele não resseque tanto.


Depilação com cera quente
Popular como a cera fria, a cera quente ganha na competição. O calor dela ajuda, fazendo com que os poros da pele se dilatem e a depilação ocorra com maior facilidade. A cera quente pode ter em sua composição agentes hidratantes ou relaxantes, o que auxilia a evitar reações desagradáveis. Os pêlos tendem a diminuir com o passar do tempo. O problema desse tipo de depilação é que a pele pode queimar e escurecer. Também podem surgir infecções.
Dica: As sessão com cera quente só podem ser feitas após 20 ou 30 dias depois da última.


Depilação com creme depilatório
É o método mais simples que existe para se depilar. Você aplica um creme no local onde vai ser depilado, espera um tempo e passa uma espátula ou uma toalha para retirar os pêlos que foram dissolvidos. Os únicos problemas são: o cheiro do creme pode não ser muito agradável e pode causar alergia.
Dica: Antes de aplicar no local escolhido para depilação, procure testar um pouquinho do creme em lugar sensível para ver a possibilidade de alergia na sua pele.


Depilação definitiva (a laser)
O laser é captado pela melanina, pigmento responsável pela coloração do fio. Essa energia vai destruir a capacidade de o folículo produzir um novo fio. Apesar de ser um atrativo para quem lê "definitiva", esse tipo de depilação pode causar danos como queimaduras na pele e é dolorosa de ser feita. Além disso, cada sessão pode chegar a custar R$ 2.300, sendo que são necessárias cerca de 6 sessões. Depois das sessões, o local depilado deve passar longe do sol e do calor.


E aí, agora já sabe qual tipo de depilação combina mais com seu dia-a-dia?



1 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...